Fiquei exausto e desisti

Alguma vez você já ficou exausto e quis desistir? Eu já e desisti de tudo, ou quase tudo. No final do ano passado cheguei ao pico máximo de stress e fiquei tão cansado que parei de fazer aquilo que gostava e sentida prazer.

Estava envolvido em 3 empresas, treinando para a São Silvestre, estava presidindo uma entidade voluntária, mais família, mais amigos…Ou seja muitas coisas acontecendo ao mesmo tempo.

E foi nessa fase que fiquei exausto e desisti de quase tudo. Cheguei a parar em um hospital por causa disso. Após esse incidente parei de produzir conteúdo e criar coisas novas e fiquei em um tempo de “molho”. Hoje vejo o quanto isso foi prejudicial para minha carreira e minha vida.

Perdi meses preciosos por causa da minha estafa mental. Deixei de fazer coisas de que deveria fazer e hoje tenho que correr atrás do prejuízo. Por isso afirmo com firmeza: Não fique exausto. Não deixe sua vida chegar neste ponto. E se você está neste ponto, pare agora. De meia volta e mude. Sabe por quê? Porque demora muito tempo para você se recuperar de um tempo de exaustão.

Para que isso não aconteça é importante você definir bem suas prioridades e fazer aquilo que está na sua área de ponto forte. Fazer aquilo que você faz bem. E é importante você ter claro que não é possível abraçar o mundo. O tempo é limitado e precisamos fazer escolhas. Faça as escolhas certas e que não te levem a ficar exausto.

O conceito dos vídeos da série walk and talk foram inspirados no hábito de grandes empreendedores como Steve Jobs e Mark Zuckerberg que faziam caminhadas para pensar e inclusive ter reuniões. O objetivo é caminhar por um lugar e compartilhar uma lição que tenho aprendido.